[Receita] Peito bovino (Brisket), por João Queiroz

Nosso amigo pecuarista e cozinheiro João Queiroz iniciou uma coluna no blog gastronômico Dedo de Moça chamada “Corte de segunda, carne de primeira”. O primeiro post foi sobre o peito bovino (brisket), corte que valorizamos muito aqui na Vila Beef tamanho o prazer que temos ao degustá-lo.

João é um belo apreciador de carnes em geral, e por isso também valoriza cortes pouco conhecidos e sub-aproveitados aqui no Brasil: não existe carne de segunda, apenas chefs de segunda.

Sua primeira publicação na coluna foi sobre o peito bovino, ou brisket:

Vamos começar com o peito (brisket), que é meu corte preferido! Essa carne tem excelente sabor e textura por causa da alta quantidade da gordura. O peito aguenta um período longo no fogo sem ressecar e é assim que vamos prepará-lo: bem suculento! 

01

Ingredientes:

1 peça de peito (entre 4 e 5kg)
2 litros de suco de maçã (ou de romã)
Sal e pimenta do reino a gosto
Papel alumínio.

Modo de Preparo:

1. Tempere o peito com sal e pimenta, fazendo uma camada uniforme de ambos os lados e reserve.

2. Enquanto isso acenda a churrasqueira e deixe esquentar.

3. Quando a churrasqueira estiver quente, coloque a carne com a gordura virada para cima e pincele o suco de maçã. Coloque ao lado do peito uma tigela com água para que a carne fique umedecida.

4. Tampe a churrasqueira (se não tiver tampa coloque uma assadeira cobrindo a peça e a tigela com água). Durante esse tempo, se perceber que a peça secou, você pode irrigá-la novamente com o suco.

5. Após 10-15 minutos, vire o lado da carne, dessa vez com a gordura para baixo, e repita o processo pincelando o suco. Fique atento pois a gordura pode pingar na churrasqueira e a peça pegar fogo. Se isso ocorrer vire a carne novamente, pincele mais suco e vire-a de volta.

6. Depois deste processo, você vai perceber que a peça deu uma sensível diminuída de tamanho, o que quer dizer que ela já está bem selada e já é hora de embrulhá-la. Tire-a da churrasqueira e espere uns 3 minutos para era esfrie um pouco.

7. Assim que você conseguir segurar a carne com a mão, coloque-a em cima de uma folhar de alumínio, pincele mais uma vez o suco na carne (pode caprichar!) e enrole bem enrolado com o papel alumínio (no mínimo 2 camadas).

8. Volte a carne envolvida no papel alumínio para a churrasqueira, na prateleira mais alta (onde bate menos fogo).

9. Deixe por mais 2-3h. Retire a carne do fogo e desembrulhe. Deixe descansar por 5 minutos antes de fatiá-la.

obs: você também pode fazer essa delícia no forno!

Bendito Burger Truck na Vila Beef, veja como foi!!

Recebemos o Bendito Burger Truck neste domingo 25/out para o almoço! Foi bem legal, até porque a carne com que os hambúrgueres foram feitos foi carne da Vila Beef! O burger ficou excepcional, feito com o corte Brisket (peito bovino).

Veja mais fotos e detalhes aqui!

thumb_IMG_1721_1024 thumb_IMG_1714_1024 thumb_IMG_1709_1024 thumb_IMG_1725_1024

Vila Beef grelhando carne para texanos! #TALL @BeefPoint

 

No dia 05/mai a Vila Beef participou de uma reunião em Piracicaba a convite do BeefPoint, que estava recebendo o TALL – Texas Agricultural Lifetime Leadership, um grupo de pessoas do Texas e estados próximos e relacionadas de alguma forma com o Agronegócio. O grupo é organizado pelo Jim Mazurkievicz, Professor e Doutor na Texas A&M University.

A reunião aconteceu pois o Miguel Cavalcanti (BeefPoint) se propôs para fazer uma palestra sobre a pecuária de corte brasileira, já que o grupo estava no Brasil em uma viagem técnica visitando a Agrishow e a Expo Zebú. E como um dos participantes do TALL é o Jesse Womack, conhecido em comum do Miguel e do Marcelo da Vila Beef, o convite foi bem recebido pelos americanos.

Servimos bife ancho e brisket VB, corte muito tradicional no Texas e conhecido como “texan sirloin”, brincou Jim. Algo como o “contra-filé texano”, por ser o corte de maior preferência no Estado.

Foi um sucesso!

Agradecemos o BeefPoint pelo convite e pela confiança da Vila Beef preparar a carne!

IMG_1256 IMG_1258 IMG_1259 IMG_1260 IMG_1261 IMG_1264

Beef Experience XVI – 15/mai

IMG_1445

Agende a sua! De segunda a quinta-feira, das 19h30 às 22h00. Contatos: contato@vilabeef.com.br ou 16 3623-4321

Nesta última tivemos:

Na mesa de aperitivo:

  • Brisket fatiado
  • Carpaccio
  • Pães
  • Palitos de cenoura e pepino
  • Molho vinagrete

Na grelha:

  • Ancho
  • Chorizo
  • Miolo do acém
  • Miolo da paleta
  • Baby beef (miolo da alcatra)
  • Linguiça Ceratti
  • Berinjela e abobrinha
  • Mussarla defumada

IMG_1450IMG_1451IMG_1452IMG_1453IMG_1454IMG_1455IMG_1456IMG_1457IMG_1458IMG_1459IMG_1460IMG_1461IMG_1462IMG_1463IMG_1464IMG_1465IMG_1466IMG_1467IMG_1468IMG_1469

Beef Experience XII – 08/abr – com Lagarto grelhado!

 

 

Chegamos à décima segunda Beef Experience nesta terça-feira, 08 de abril. Recebemos três casais bem legais e abertos a experimentarem cortes pouco tradicionais para serem preparados grelhados.

Inclusive, nos contaram que têm um grupo no aplicativo Whatsapp chamado Vila Beef, adoramos! Além dos três casais estão no grupo outros amigos que desejam conhecer este nosso evento.

Bom tivemos na mesa de aperitivo:

  • Salames espanhol e italiano
  • Salada de folhas com pastrami
  • Salada Caprese
  • Amêndoas temperadas (defumadas e com chili pepper)
  • Batata Pringles
  • Pães e vinagrete
  • Molhos BBQ e chimi-churri

Na grelha preparamos:

  • Peixinho
  • Brisket (peito bovino)
  • Fraldinha
  • Miolo da paleta
  • Linguiça tradicional e apimentada
  • Aspargos grelhado com molho robata
  • E Lagarto! Sim, Lagarto. Grelhamos o corte tradicional para Carpaccio ou para ser preparado na panela cozido ou na pressão. Ficou ótimo e foi aprovado pelo pessoal.

IMG_0821IMG_0820IMG_0830IMG_0836

IMG_0824IMG_0827IMG_0831IMG_0832  IMG_0825IMG_0826

IMG_0828IMG_0829IMG_0833

IMG_0834IMG_0835

Brisket, o novo corte de maior sucesso

O Brisket é um corte do peito bovino, muito (e talvez o mais) tradicional do Texas. Lá, ele é preparado por 10 horas, assado e defumado em ‘churrasqueiras’ chamada Pit. No Pit, a carne fica em ambiente fechado e não recebe calor direto do fogo. O fogo é colocado em um compartimento ao lado, e a carne recebe somente o calor indireto e a fumaça da lenha. Quando pronto, chega a desfiar.

Como tempero, os americanos usam o Rub, uma mistura de ervas, sais e pimentas com base em açúcar mascavo.

Fizemos uma adaptação, preparando-o no forno com papel alumínio por três horas, usando como tempero o sal grosso e pimenta calabresa seca. Também arriscamos um rub, com açúcar mascavo, sal grosso, folhas de louro, pimenta do reino, cominho, semente de mostarda, coentro etc… E um pouquinho de cerveja para grudar o rub em volta da carne.
IMG_9159 IMG_9160 IMG_9310 IMG_9311 IMG_9315 IMG_9317Veja um exemplo de um Pit americano:

Screen Shot 2014-01-04 at 5.41.05 PM

 

Inclusive, saímos em parceria na Revista ZonaSul de Ribeirão Preto com uma pequena matéria sobre o corte na seção de gastronomia. Confira:

brisket