Pastrami! Conhece?

Fazemos nosso pastrami com corte chamado brisket (peito bovino), um corte muito famoso e comum no Texas para ser preparado no BBQ, assado e defumado lentamente e por muitas horas. Já o pastrami é muito tradicional em centros urbanos nos EUA para ser comido fatiado em sanduíches, principalmente em Nova Iorque (veja aqui o mais famoso e tradicional de lá)

O corte fica mergulhado e refrigerado numa salmoura com diversos temperos para curar durante uma semana, e depois é defumado e assado no forno. Fica uma coisa espetacular!

12009624_938961346178691_2733990708509945002_n 12006258_938961336178692_6603287465121745808_n 12019994_938961362845356_9047485116044955283_n

Primeiro pastrami VB, agora para vendas! Venha experimentar – Atualizado

Post de 04/jan/14, quando tínhamos feito nosso primeiro pastrami para teste. Agora já fizemos outros para venda, venham experimentar.

Os métodos de conservação de carnes começaram a ser utilizados centenas de anos atrás, quando não havia refrigeração. Hoje estes métodos são utilizados pois a carne fica com sabor, textura e coloração diferentes, sendo apreciados sensorialmente. Inclusive, podem ser utilizados cortes considerados menos nobres (coxão-duro e peito por exemplo), deixando-os com características e apelo especial ao consumidor.

Pastrami é uma carne bovina curada ou marinada e cozida, ou seja, passa por um processo de conservação por meio de adição de sais e temperos para aumentar sua vida útil (menor atividade de água e maior teor de sais limitam crescimento microbiológico). O resultado é uma carne com coloração rosada, macia e de sabor bem diferente da carne fresca, bastante  aromatizada devido às erva e temperos utilizados na salmoura.

As principais formas de consumo são em fatias finas para sanduíches ou pequenas tiras para aperitivo.

Screen Shot 2014-01-04 at 4.27.52 PMScreen Shot 2014-01-04 at 4.26.10 PM

Screen Shot 2014-01-04 at 4.26.24 PM